Tipos de tecido para adotar na roupa de cama

8 tipos de tecido para adotar na roupa de cama

Decoração

Existe momento mais aconchegante do que chegar em casa depois de um dia estressante e relaxar no conforto de uma cama perfeita? Só de se imaginar repousando nesse recanto de bem-estar já é possível se sentir mais relaxada. Porém, a fim de ter uma noite de sono dos deuses, é preciso conhecer os diferenciais entre os tipos de tecido disponíveis no universo da decoração.

Conhecendo as características de cada opção, é possível fazer escolhas mais acertadas, que resultam em conforto e well-being. Por conta disso, confira abaixo nosso guia sobre os diferentes tipos de tecido utilizados na roupa de cama e transforme suas noites.

1 – A praticidade do percal

Confeccionado a partir do algodão, o percal possui uma trama fechada por fios bem entrelaçados. Muito utilizado na produção de lençóis e fronhas, tem um toque agradável e desperta a sensação de frescor. Por isso, é ideal para quem sente calor durante a noite.

Outro grande destaque do tecido é sua alta durabilidade. Como é denso, sem deixar de ser macio, o percal pode ser um grande aliado para seu conforto durante muitos anos. Peças do tipo são resistentes e não desfiam com facilidade.

Normalmente, as peças em percal contam com um acabamento fosco, perfeito para quem aprecia roupas de cama mais sóbrias. No entanto, alguns produtos oferecem um toque acetinado, de resultado nobre e brilhante. Por isso, é um dos tipos de tecido mais utilizados na moda casa.

2 – O brilho do cetim

Se você deseja luxo e um visual impressionante para sua cama, provavelmente já buscou informações sobre o cetim. Afinal, é um dos tipos de tecido mais brilhantes e lisinhos que existem! Confeccionado a partir do algodão ou da seda, é gostoso em todas as épocas do ano, sendo um ótimo investimento.

O cetim de algodão tem uma trama mais solta e maleável, o que resulta em peças nobres, confortáveis, macias e aconchegantes. Enquanto isso, o cetim de seda conta com um conjunto de fios mais fechado, porém ainda brilhante, liso e extremamente elegante.

Como se essas vantagens já não fossem o bastante, os tipos de cetim ainda auxiliam o seu ritual de beleza. Fronhas nesse tecido tendem a absorver a hidratação do seu cabelo, além de evitar o frizz e a queda. O mesmo acontece com produtos para a pele, que não são absorvidos facilmente por essa fibra. Assim, além de ter uma noite extremamente relaxante, sua rotina de beleza é facilitada.

3 – O luxo do algodão egípcio

Das margens do Rio Nilo para a sua casa. Se você busca tipos de tecido que combinem perfeitamente conforto e sofisticação, o algodão egípcio é uma opção apaixonante. Colhida a mão, essa fibra extra-longa e fina se tornou motivo de desejo por conta das condições climáticas favoráveis do Egito. Nesse sentido, a ausência de chuvas e sol forte resultam em uma matéria-prima de extrema qualidade.

Muito versátil, o algodão egípcio é amplamente utilizado em roupas de cama, como colchas e lençóis. Peças do tipo oferecem uma boa circulação de ar entre suas tramas, fazendo com que os itens sejam frescos e muito gostosos.

Outro fator de grande importância na reputação dos produtos confeccionados com essa matéria-prima é a sua notável resistência e durabilidade. Assim, quando você compra uma peça produzida com o algodão egípcio, é possível ter a certeza de que a mesma, se bem conservada, vai te acompanhar por muitos anos.

4 – A versatilidade da microfibra

Quando as temperaturas caem, não existe nada mais gostoso do que se aconchegar em uma roupa de cama quentinha, não é mesmo? E, para conseguir isso, é preciso encontrar o produto ideal. Um dos principais tipos de tecido utilizados nas peças que te acompanham durante o frio é a microfibra.

Favorecendo a troca térmica entre a fibra e seu corpo, esse tecido esquenta sem exageros, tornando os momentos em casa mais confortáveis. Além disso, peças do tipo têm um belíssimo caimento, ficando lindas no décor do quarto.

Outro ponto alto da microfibra é a facilidade de sua conservação. É simples de lavar e seca rapidamente. Isso acontece por conta da espessura do seu fio, que é extremamente fino. Podendo ser feito com fibras de poliéster, acrílico ou viscose, o tecido é amplamente utilizado na confecção de edredons e mantas.

5 – O conforto do liocel

Eco-friendly, o liocel é extraído da celulose da polpa da madeira, principalmente o eucalipto. Uma das características mais interessantes dessa matéria-prima é que o produto é obtido de árvores plantadas em florestas auto-sustentáveis, o que contribui com a sustentabilidade do planeta.

Na roupa de cama, essa fibra resulta em um tecido levinho, com ótimo caimento, confortável e extremamente brilhante. Como absorve a umidade com facilidade, o liocel é muito adotado em regiões úmidas. Porém, não deve ser restrito às mesmas, sendo muito bem utilizadas por qualquer pessoa que aprecia bem-estar.

Assim como acontece com a microfibra, a conservação do liocel é facilitada. Roupas de cama confeccionadas com essa matéria-prima não precisam de muitas lavagens, fazendo com que as peças mantenham aquele aspecto de recém-compradas. Por isso, é um daqueles tipos de tecido que não podem ficar de fora do seu quarto!

[spl_news]

6 – A nobreza do linho

Referência em tradição no ramo têxtil, o linho é um dos tecidos mais antigos da História. Muito sofisticado, resulta em peças que impressionam por um visual elegante e toque extremamente confortável.

Uma de suas características principais é a sensação de frescor que desperta. Absorvendo a umidade com facilidade, favorece a troca de calor do nosso corpo, tornando as noites refrescantes e repletas de bem-estar.

Outro ponto extremamente relevante é o fato de ser um dos principais tipos de tecido quando pensamos em resistência. Durável, fica mais macio e belo a cada vez que você o coloca na máquina. Por isso, se tornou favorito de muitas pessoas.

7 – O esplendor da seda

O tecido de seda se tornou favorito na indústria têxtil, transitando com elegância das cortinas à roupa de cama. Obtida através do bicho-da-seda, essa fibra ganhou reputação na produção de peças confortáveis, elegantes e extremamente luxuosas.

Uma das principais propriedades da seda é o fato da fibra se adaptar à temperatura do ambiente. Isso quer dizer que os produtos confeccionados com a matéria-prima ficam quentinhas no inverno e frescas durante o verão.

Um aspecto que precisa ser considerado com relação à seda é sua manutenção. Afinal, é um dos tipos de tecido cujos cuidados demandam mais atenção. Observe as instruções de lavagem do fabricante da peça no tecido a fim de entender se a mesma pode ser colocada na máquina. Em linhas gerais, sempre opte pelo ciclo delicado e o uso de um saco de lavar para proteger seu produto. Se preferir, opte pela lavagem na mão.

8 – O aconchego da lã

Perfeita para o inverno e os momentos de aconchego, os tecidos de lã são visualmente atraentes e muito resistentes. Apesar de ser leve, esse fio é muito forte e durável.

A lã resulta em tecidos como o tweed, mais grosso e pesado, o chenille, com fios tecidos em grupos e com uma textura bastante leve, e a flanela, sempre lisa e de dupla face. Na hora da escolha, opte por produtos de fibras delicadas, que resultam em peças macias e confortáveis.

Principalmente utilizada nas mantas, a lã também é uma boa opção na confecção de colchas e cobertores. Um dos tipos de tecido mais versáteis na decoração de quarto, transita do rústico ao romântico com facilidade, pode ser o novo aliado na composição de um ambiente apaixonante.

Tipos de tecido: qual o seu favorito?

Agora que você conheceu alguns tipos de tecido, o que acha de fazer um mix and match com uma maravilhosa sobreposição de texturas? Combine os lisos com estampados, finos e encorpados, e surpreenda-se com o décor do seu quarto. Além disso, essa combinação resulta em noites quentinhas e extremamente aconchegantes.

Gostou das nossas dicas? Quais tipos de tecido são seus favoritos? Não deixe de nos contar seus queridinhos na caixa de comentários e encontrar as opções mais apaixonantes na mmartan!

camila