Como não errar com um teto colorido

Como não errar com um teto colorido

Decoração

Tendência de decoração, o teto colorido tem cada vez mais sido adotado em ambientes de casas e escritórios. Comumente usadas nas paredes, as cores no teto criam uma nova dinâmica no lugar. Com isso, os cômodos se transformam com personalidade e podem receber uma nova percepção de espaço.

Seja um local pequeno ou amplo, cada cor causa um visual diferente que pode ser adotado para delimitar áreas ou garantir soficticação. Se você deseja dar uma cara nova para a sua casa, separamos dicas e inspirações para adotar o visual. Confira!

Por que usar cores no teto?

É a opção perfeita para quem deseja apostar em uma estética nova no seu lar e completá-lo com personalidade. Geralmente os tetos são pintados de branco, mesmo que as paredes sejam coloridas. Isso permite que a luz refletida no branco leve maior claridade ao espaço, mesmo que com as luzes apagadas.

Tetos coloridos

(Reprodução/ Pinterest)

No entanto, apostar em tetos coloridos não significa que o cômodo será escuro. Para isso, é importante avaliar tanto o tamanho quanto o pé-direito do ambiente. Se pequeno e com a distância entre o chão e o teto reduzidas, prefira cores claras. Apesar disso, é possível ousar com uma tonalidade escura no teto, mesmo que em parte dele, usando um branco bem puro nas paredes.

Teto colorido de destaque

Alguns imóveis, principalmente os mais antigos, contam com detalhes em relevo formados por molduras de gesso. Recebendo tonalidades vibrantes, os desenhos ganham maior destaque e se tornam atração no espaço. Para isso, invista em cores como verde esmeralda e azul royal, por exemplo. Enquanto isso, mantenha as paredes em tonalidades claras como branco, bege e off-white.

Quando apostar nessa opção, não se esqueça de manter o décor do ambiente em tons neutros ou complementares ao teto colorido. Para continuar as colorações vibrantes nos acessórios, é possível utilizar a mesma cor do teto pontualmente.

Teto colorido neutro

(Reprodução/ Pinterest)

Da mesma forma, também é possível adotar na cor contrária à usada, de acordo com o círculo cromático. Nesse caso, o contrário de azul é laranja, de verde é o vermelho e do amarelo é o roxo. Cores próximas no círculo também se encaixam bem na estética, como é o caso do rosa e roxo.

[spl_news]

Teto colorido x paredes coloridas

Além da opção de tornar o teto colorido no destaque do cômodo, também é possível utilizá-lo para complementar o visual das paredes. Neste cenário, você pode tanto definir uma cor para o teto e outra para as paredes como criar faixas ou desenhos que integram ambas as estruturas.

Para isso, é interessante selecionar cores não muito contrastantes, para um visual mais sofisticado e agradável. Uma alternativa, por exemplo, é optar pela mesma cor, mas em diferentes tonalidades, como azul claro e escuro.

Teto colorido preto

(Reprodução/ Pinterest)

Cor descendo pela parede

Outra alternativa para apostar no teto colorido é deixar que a cor transborde em parte da parede. Essa é uma técnica interessante para casa com o pé-direito bem alto, já que reduz um pouco essa sensação de teto muito distante, tornando o cômodo mais aconchegante. Além disso, essa é uma opção certa em garantir personalidade ao espaço. Com teto preto e paredes brancas, é impossível não se apaixonar.

Letícia Romano
Letícia Romano
Formada em Jornalismo e com curso de Personal Stylist em Londres, trabalha há 3 anos produzindo conteúdos sobre decoração e mercado imobiliário. Atualmente, se dedica à área de marketing de conteúdo da mmartan.